segunda-feira, 12 de novembro de 2012

 

 

 

Flauta

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Flauta
Flautas de diversas partes do mundo
Flautas de diversas partes do mundo


* Instrumento de sopro
A flauta é instrumento musical de sopro da família das madeiras formado por um tubo oco com orifícios. É um aerofone que, a partir do fluxo de ar dirigido a uma aresta que vibra com a passagem do ar, emite som.[1] Bastante antigo, a execução de tal instrumento consiste no ato de soprar o interior do tubo ao mesmo tempo em que se tapam e/ou destapam os orifícios com os dedos.[1] De acordo com o sistema de classificação de instrumentos de Hornbostel-Sachs a flauta é classificada como um instrumentos de sopro. A pessoa que toca flauta é chamada de flautista.
Além da voz, as flautas são conhecidas por serem os primeiros instrumentos musicais. Existem flautas conhecidas datadas de 40.000 a 35.000 anos atrás, que foram encontradas na região dos Alpes Suábios (Alemanha). Essas flautas demonstram uma tradição musical que se desenvolvia desde os primórdios da presença humana moderna na Europa.[2]
Aristóteles fez a seguinte declaração sobre o instrumento: "Nós escutamos uma canção na flauta com mais prazer do que na lira, pois o canto da voz humana e a flauta se misturam bem por causa da suas correspondência e simpatia, um e o outro se animam pelo vento!"[3]
"O pastor flautista" - quadro de Sophie Gengembre Anderson (1881).

História

Um exemplo de flauta antiga
"Uma noite de lua pálida e gerânios ele viria com boca e mão incríveis tocar flauta no jardim."
Adélia Prado, Trecho de "A Serenata"
A Flauta transversal moderna é constituída por Três partes, a Cabeça, o Corpo e o Pé.
As primeiras flautas assemelhavam-se a apitos, pois só tinham um orifício (buraco) e eram feitas da tíbia de animais e de humanos. Com o passar do tempo a flauta foi evoluindo-se e deu origem a outros instrumentos de sopro, como o oboé, o fagote, a flauta doce e a flauta transversal.[4]
Como todo instrumento musical primitivo, a flauta teve um papel mágico. Ela era usada para acompanhar os rituais religiosos. Algumas culturas proibiram o uso das flautas pelas crianças e as mulheres sob pena de morte. Ainda hoje temos exemplo disso, como no Xingu brasileiro.
O alemão Theobald Boehm, em 1832, inventou o sistema moderno da flauta transversal, com a introdução de chaves no instrumento (que também é usada em vários instrumentos de sopro, como o saxofone, por exemplo).[5]
O instrumento mais antigo já encontrado. Trata-se de uma flauta feita com osso de um jovem urso-das-cavernas.

Mais Antigo Instrumento Encontrado

Nas pinturas presentes nas cavernas é possível se obsrvar reproduções de flautas ou de apitos, o que comprova a presença deste instrumento desde 60.000 a.C. O mais antigo instrumento já encontrado é uma espécie de flauta, feita através de um fragmento do fêmur de um jovem urso-das-cavernas, com dois a quatro furos, encontrado em Divje Babe na Eslovênia e teria cerca de 43 mil anos. A autenticidade desse fato, porém, é muitas vezes contestada.[6][7] Em 2008, outra flauta fabricada há pelo menos 35 mil anos foi descoberta na caverna Hohle Fels, perto de Ulm, Alemanha.[8] A flauta de cinco furos tem um bocal em forma de V e é feita a partir de um osso de asa de abutre. Os pesquisadores envolvidos na descoberta publicaram oficialmente suas descobertas na revista Nature, em agosto de 2009.[9] A descoberta é também a mais antiga já confirmada referente a qualquer instrumento musical na história.[8] A flauta, uma das várias encontradas, foi descoberta na caverna Hohle Fels ao lado do Vênus de Hohle Fels e a uma pequena distância da mais antiga escultura humana conhecida.[10] Ao anunciar a descoberta, os cientistas sugeriram que as "descobertas demonstram a presença de uma tradição musical bem estabelecida na época em que os seres humanos modernos colonizaram a Europa".[11] Os cientistas também sugeriram que a descoberta da flauta pode ajudar a explicar "o comportamento provável e o abismo cognitivo entre" o homem-de-neandertal e os primeiros homens modernos.[8]

Som

Menu
0:00
Exemplo do som de uma flauta. "London, British Museum, add.29987, Chominciamento de Gioia, XIIIs"
A flauta possui um som melodioso, de timbre suave e doce.[12] Seu som depende essencialmente, por um lado, da natureza e da direção da onda de ar e, por outro, do comprimento da coluna de ar. O som fundamental da flauta é o DÓ3, a partir do qual a extensão do instrumento é de 3 oitavas, graças aos harmónicos 2 e 4 (oitava e dupla oitava), cuja emissão é obtida pela modificação da pressão do sopro.[13]

Tipos de Flautas

Vários tipos de flauta doce.
Diagrama de uma flauta transversal.
Um exemplo de flautim.
Ney.
Flauta Pã.
Ocarinas.
  • Flauta doce ou flauta de bisel - Flauta vertical, de madeira e bisel, acionada diretamente pelos lábios do executante. Foi o instrumento musical mais popular na idade média. São afinadas em DÓ e em FÁ, e produzem um som melodioso e extremamente confortante. Existem vários tipos de flauta doce, a saber:[14]
soprano - A mais conhecida. Emite sons agudos
sopranino - sons agudíssimos;
alto ou contralto - sons agudos e médios;
tenor - sons médios e graves;
baixo - sons graves e gravíssimos;
contra-baixo - sons gravíssimos.
Um Bansuri
  • Bansuri (India)
  • Cangoeira - Flauta indígena (brasileira) feita de ossos de guerreiros mortos.
  • Diaulo - Flauta dupla, usada entre os gregos
  • Flauta Mizmar - Som agudo que se assemelha a um “mosquito”. Muito usada na música folclórica árabe.[19]

Música Moderna

Alguns instrumentos típicos do choro brasileiro. A flauta é um deles.
"Quando eu morrer, não quero flores, nem coroa de espinho, quero ouvir o choro de uma flauta, violão e cavaquinho.
A flauta é conhecida por fazer parte de orquestras sinfônicas. É muito usada também em músicas árabes, como o taksim e a música folclórica árabe.[19] As Flauta de pã ainda são bastante usadas em músicas andinas. Porém, na música moderna, ela tem sido usada em inúmeros ritmos musicais, como rock, rock progressivo, jazz e flamenco. Em ritmos tipicamente brasileiros, por sua suavidade de movimentos sonoros, a flauta combina muito bem com o choro e com MPB.[20]

Nenhum comentário:

Postar um comentário